Vida académica parte 2

Em continuação à parte 1 da vida académica.

Entretanto os meus amigos entraram e eu ali especado a olhar para aquele segurança enorme com cara de mau.

Mas como a minha vontade de entrar era grande, virei-me para ele e disse, “Eu sei que tropecei naquele degrau ridículo, mas não estou alcoolizado, tenho uma deficiência física.”

O segurança ficou um pouco atrapalhado que me pediu logo desculpas, dando logo o cartão para entrar, na altura foi um cartão diferente dos meus amigos, era um cartão branco, não se paga a entrada.

E assim foi, entrei para dentro e fui ter com os meus colegas e divertimo-nos, até eu fui para a pista tentar dançar, sim tentar, porque abanar o corpo de maneira estranha ao ponto de todos olharem não se pode chamar de dançar, mas nem queria saber.

Como tudo na vida tem um fim, a nossa noite também, decidimos então ir embora, vem ai a segunda parte com o senhor segurança.

Para quem não sabe o dia 03 de dezembro é o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, quando cheguei a porta para sair da discoteca o segurança virou-se para mim e com um sorriso disse-me “boa noite”, tal simpatia pode ter sido por causa da situação que se passou na entrada.

E bom menino que eu sou, virei-me para ele e disse, “boa noite e bom dia internacional da pessoa com deficiência”, ele ficou a olhar para mim e eu segui em frente com os meus amigos a rir-me. Só espero que ele não tenha ficado ofendido, pois só uma piadinha.

 

Recommended Posts