Regras a ter com um Cão-guia

Cão-guia

O cão-guia não é um simples animal, mas um assistente para as pessoas cegas, na deslocação em segurança nas tarefas do dia a dia.

Cão-guia
Cão-guia

Trata-se também de um companheiro e um excelente meio de comunicação e integração.

Quando vemos uma pessoa cega com o seu cão-guia (Lavrador Retriever) na rua apetece-nos logo fazer festinhas ao cão. Mas tens de saber que não o podes fazer, pois podes distrai-lo da sua função.

Esta não é de todo a única regra que deves saber sobre os cães-guias, deixamos aqui mais algumas regras que deverás saber sobre como agir com um cão-guia quando ele está a guiar o seu utilizador.

  • Nunca ofereças comida a um Cão-guia;
  • Não toques no arnês de um Cão-guia. Só o seu utilizador o deve fazer;
  • Nunca distraias um Cão-guia quando está a trabalhar.
  • Não deve sentir medo de um Cão-guia.
  • Não tenhas o teu cão solto quando se aproximar de uma dupla cego/Cão-guia. Poderá acontecer algum acidente.

Uma pessoa cega guiada por um Cão-guia deve ser considerada como uma pessoa independente; assim sendo vamos todos respeitar o trabalho do cão-guia e o seu utilizador, a melhor maneira de a ajudar é respeitando as regras que estão em cima.

4 Exceções Do Uso Obrigatório De Máscara Na Rua

Foi aprovado no parlamento novas medidas para combater o aumento de contágio da COVID-19, que ficaram em vigor por 70 dias, quem não as cumprir poderá levar multar até 500€.

Uma das medas foi o uso obrigatório de máscara na rua, ficando em vigor a partir do momento em que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgar o diploma.

No diploma é referido que o uso de máscara é obrigatório para conter a propagação da Covid-19 “por pessoas com idade superior a 10 anos para o acesso, circulação ou permanência nos espaços e vias públicas sempre que o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde se mostre impraticável”.

Como em todas as regras há sempre exceções, o diploma contém quatro situações particulares em que a obrigatoriedade não se aplica:

1ª – Mediante a apresentação de atestado médico de incapacidade multiusos ou declaração médica, no caso de se tratar de pessoas com deficiência cognitiva, do desenvolvimento e perturbações psíquicas.

2ª – Através de uma declaração médica que ateste que a condição clínica da pessoa não se coaduna com o uso de máscaras.

3ª – Quando o uso de máscara seja incompatível com a natureza das atividades que as pessoas se encontrem a realizar.

4ª – Não se aplica a pessoas que integrem o mesmo agregado familiar, quando não se encontrem na proximidade de terceiros.

Relembramos que parem quem não cumprir a lei, cuja fiscalização irá caber “às forças de segurança e às polícias municipais”, ficará sujeito a coimas entre os 100 e os 500 euros.

Proposta PRELIMINAR do Orçamento de Estado 2021

OE-2021

Ontem dia 11 de outubro, dia em que foi aprovado em Conselho de Ministros a proposta PRELIMINAR do Orçamento de Estado 2021.

OE-2021
OE-2021

Depois da aprovação o referido documento foi entregue no Parlamento, sendo uma proposta PERLIMINAR, a mesma ainda decerto sofrerá alterações, a proposta do Orçamento de Estado 2021 será votada na generalidade em 28 de outubro a sua votação final global está agendada para 26 de novembro.

Para os mais curiosos deixamos abaixo o link para analise do documento que contem 264, sobre o setor da deficiência chamamos a atenção para as seguintes páginas:

(página 100) Artigo 115. – Alargamento e requalificação da rede de equipamento sociais

(página 176) Artigo 217. ponto 4 – Eliminação de barreiras arquitetónicas

(página 198) Artigo 232. ponto 2 a) – Autorização legislativa no âmbito do IVA

Link: https://bit.ly/359djWH

As 100 pessoas mais influentes de 2020 no Mundo para TIME

Paola Kudacki for TIME

A prestigiada revista TIME publicou um excelente artigo com o título “TIME100 – Must Influentia People 2020”.

Entre muitos nomes conhecidos na sociedade internacional, como o YouTuber Filipe Neto, a Presidente da Alemanha Angela Merkel entre muitos outros com histórias impressionantes, contudo não podemos deixar de repara na categoria ICONS a história de Ady Barkan.

O artigo publicado conta que em 2016, Ady foi diagnosticado com ALS (Amyotrophic lateral sclerosis) em Portugal é conhecida como ELA (Esclerose lateral amiotrófica) e deste então tem entrado numa luta nos Estados Unidos da América pelo direito de um serviço nacional de saúde para todos.

Paola Kudacki for TIME
Paola Kudacki for TIME

“Na luta por justiça social, a mudança nunca vem fácil. Mas Ady e o movimento que ele tem por trás nos aproximam mais do que nunca de tornar a assistência médica na América um direito humano básico.”

Deixamos aqui o link para poderes consultar o artigo completo (escrito em inglês).

Aumento de 39% de Estudantes com Deficiência no Ensino Superior

Já foi a quase um ano que o Tecla3 publicou um artigo sobre as vagas disponíveis para as pessoas com deficiência no ensino superior, este ano a Direção-Geral do Ensino Superior informou que ouve um aumento de 39% de estudantes com deficiência.

Na altura de concorrer ao Ensino Superior, ser portador de uma incapacidade igual ou superior a 60% tem algumas vantagens.

Um aumento de 39% de estudantes com deficiência traduz-se em 312 caloiros num universo de quase 51 mil estudantes em todo o país, parece um número baixo de candidatos para a 1ª fase do concurso.

Uma das vantagens começa logo na fase de candidaturas ao Ensino Superior, onde 4% das vagas são destinadas a pessoas com deficiência, em que 2% estão destinadas à primeira face e mais 2% a segunda face de concurso de ingresso ao Ensino Superior.

Os resultados da primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior estão disponíveis na Internet no `site` da Direção-Geral do Ensino Superior (http://www.dges.gov.pt), podendo ainda ser consultados através da aplicação ES Acesso, disponível nas plataformas iOS e Android.

Deixamos aqui o link do artigo no Tecla3, sobre as vagas para o ensino superior.

https://www.tecla3.com/ensino-superior/